terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Biografia de Elisha Gray

Elisha Gray
Elisha Gray. Nasceu em Barnesville, Ohio, a 2 de Agosto de 1835, e, faleceu em Newtonville, Massachusetts, a 21 de Janeiro de 1901. Elisha Gray foi um engenheiro eletricista estadunidense e co-fundador da Western Electric Manufacturing Company. Gray é mais conhecido pelo desenvolvimento de um protótipo de telefone em 1876 em Highland Park, Illinois e é considerado por alguns autores como sendo o verdadeiro inventor do telefone de resistência variável, apesar de perder para Alexander Graham Bell a patente do telefone. Gray é também considerado o "pai dos modernos sintetizadores de música”, e obteve mais de 70 patentes de suas invenções. Em 1897, Elisha foi agraciado com a Medalha Elliott Cresson.

Vida

Elisha nasceu em uma família humilde e de religião quáquer em Barnesville, Ohio. Quando criança, foi criado em uma fazenda. Passou vários anos no Oberling College e ali estudou e trabalhou em assuntos relacionados com a eletricidade. Em 1867 registrou uma patente que melhorava os sistemas de transmissão em telegrafia. No total, registrou patentes de mais de 70 inventos. Em 1872, Gray fundou a Western Electric Manufacturing Company. Em 1874, se aposentou e se dedicou a fazer pesquisas por conta própria, assim como dar aulas em Oberlin. Gray foi um membro fundador da Igreja Presbiteriana Highland Park, igreja que ainda existe. Em 1874, nas instalações de sua igreja, fez a primeira demostração pública de sua invenção, transmitindo pelo cabo do telégrafo sons musicais e melodias conhecidas. Além do seu telefone (o primeiro telefone foi inventado por Antonio Meucci) esta apresentação incluía o primeiro sintetizador de música que utilizava as vibrações de diferentes circuitos electromagnéticos que se ativavam por meio de uma série de teclas de piano. Em 14 de Fevereiro de 1876 apresentou a solicitação de patente de um telefone que utilizava um microfone líquido; mas apenas duas horas antes, um tal Alexander Graham Bell havia apresentado outra solicitação de patente para um invento similar. O escritório de patentes decidiu que, enquanto resolviam para quem atribuir o invento e dada a curiosa circunstância de que foram apresentadas em diferentes locais uma patente pela mesma invenção, o escritório devia informar aos inventores do ocorrido e ao segundo lhe dava a opção de discutir a primeira patente. E foi o que Gray fez, contestou a patente de Bell, mas, mesmo assim, depois de dois anos de litígio, entregaram para Bell os direitos de subscrição da invenção e, por conseguinte, Bell foi reconhecido como o inventor do telefone, embora que, em dois lugares e duas pessoas diferentes tiveram inventado o mesmo. Curiosamente, muitos anos depois desta amarga contenda, atribuiu-se o invento à Antonio Meucci. A patente de Bell todavia foi discutida, porque houve rumores de que Bell tinha um confidente no escritório de patentes que lhe avisou com antecipação de que, devido ao caso especial que se havia apresentado, iriam comparar as duas patentes para descartar a pior e mais custosa das duas. Diz-se que Bell teve acesso para comparar a patente de Gray com a sua e, depois disso, acrescentou uma nota na margem escrita à mão, propondo um desenho alternativo ao seu que era idêntico ao de Gray. Finalmente, como foi dito, a patente foi conseguida por Bell, que ambas eram praticamente iguais e Bell havia se adiantado. O primeiro sintetizador de música elétrico foi inventado também por Elisha Gray em 1876. Descobriu que podia controlar o som de um circuito eletromagnético quase por acaso e inventou um oscilador de nota básico, pouco mais tarde veio à luz o "Telégrafo musical". Ele usou palhetas de aço cujas flutuações eram transmitidas através de uma linha telefônica graças ao uso de eletroímãs. Gray também desenvolveu um dispositivo de alto-falante muito simples e nos modelos posteriores, dotou-os de um diafragma que vibrava em um campo magnético e conseguia as frequências audíveis. Na década de 1880, Gray trabalhou no desenvolvimento do "Telautograph", um dispositivo que podia transmitir letras através de um sistema de telégrafo.

Referências

https://pt.wikipedia.org/wiki/Elisha_Gray
https://es.wikipedia.org/wiki/Elisha_Gray

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.