segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Biografia de Nelson Pereira dos Santos

Nelson Pereira dos Santos (Desenho: Eziel Vieira-2016).
Nelson Pereira dos Santos. Nasceu em São Paulo, a 22 de Outubro de 1928. Nelson P. dos Santos é um diretor de cinema brasileiro. Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, turma de 1952. Considerado um dos mais importantes cineastas do país, seu filme Vidas Secas, baseado na obra de Graciliano Ramos, é um dos filmes brasileiros mais premiados em todos os tempos, sendo reconhecido como obra-prima. Foi um dos precursores do movimento do Cinema Novo. É o fundador do curso de graduação em Cinema da Universidade Federal Fluminense, sendo professor do Instituto de Arte e Comunicação Social da UFF. Em 2006, foi eleito para a Academia Brasileira de Letras (ABL), ocupando a cadeira 7, cujo patrono é Castro Alves. É o primeiro cineasta brasileiro a se tornar membro da ABL.

Memórias do Cárcere (filme) 

Memórias do Cárcere é um filme brasileiro de
1984, do gênero drama biográfico, roteirizado e dirigido por Nelson Pereira dos Santos. O roteiro é uma adaptação do livro homônimo de Graciliano Ramos. É contada a fase em que o escritor, autor de Vidas Secas, esteve preso sob ordens da polícia do Estado Novo no Brasil. A música-tema é "Marcha Solene Brasileira", variação do Hino Nacional Brasileiro, de Louis Moreau Gottschalk para a Orquestra Sinfônica de Berlim com regência de Samuel Adler. A restauração do filme foi patrocinada pela Petrobras.

Sinopse


Em 1935, o Governo de Getúlio Vargas esmagou a revolta militar da Aliança Nacional Libertadora, conhecida como Intentona Comunista, e aplicou medidas que suspendiam as garantias das liberdades individuais de todos os brasileiros. Graciliano Ramos, escritor afamado e dirigente público de Ensino em Alagoas simpatizante comunista que trabalhava no Palácio do Governo, acabou sendo preso em março de 1936 sem haver um processo formal de acusação. Depois de um tempo nos quartéis, cárceres públicos onde presenciou a ordem de deportação de Olga Benário Prestes e Elisa, e num hospital em que podia receber as visitas de advogado e da esposa Heloísa, ele foi enviado à remota Colônia Penal da Ilha Grande. Ali, apesar de muito doente devido a uma úlcera mal curada, continuou a escrever e consegue sobreviver aos 10 meses de confinamento em condições precárias e sofrendo crueldades, com a ajuda de alguns funcionários e dos demais prisioneiros de sua seção, ladrões e revoltosos políticos, e que esperavam serem retratados nos livros do escritor.  (*Edição: Eziel Vieira-14/02/2016).

Elenco

Carlos Vereza .... Graciliano Ramos
Glória Pires .... Heloísa, esposa de Graciliano
Nildo Parente .... Emanuel da Silva Cruz, prisioneiro presidente da ANL
Tonico Pereira...Desidério, operário prisioneiro
José Dumont .... Mario Pinto, militar prisioneiro
Wilson Grey .... Gaúcho, ladrão prisioneiro
Jofre Soares .... Soares, prisioneiro revoltoso agrário
Jorge Cherques .... Dr. Goldberg, médico prisioneiro
Jackson de Souza.... Arruda, chefe militar da Colônia Penal...

Prêmios 

- Festival de Brasília (Troféu Candango), 1977: Melhor diretor, por Tenda dos Milagres 1977: Melhor filme (Tenda dos Milagres).
- Festival de Cannes, 1964: Prêmio OCIC, por Vidas Secas 1984: Prêmio FIPRESCI, por Memórias do Cárcere. 
- Festival de Gramado (Kikito), 1975: Melhor filme (O Amuleto de Ogum).
- Festival de Havana, 1984: Gran Coral por Memórias do Cárcere.
- Prêmio APCA, 1985: Melhor filme: Memórias do Cárcere.

Vidas Secas

Vidas secas é um filme brasileiro de 1963, do
Vidas Secas
gênero drama, dirigido por Nelson Pereira dos Santos para a Herbert Richers. O roteiro é baseado no livro homônimo de Graciliano Ramos. De acordo com os letreiros inicias, as filmagens foram em Minador do Negrão e Palmeira dos Índios, sertão de Alagoas.
Foi o único filme brasileiro a ser indicado pelo British Film Institute como uma das 360 obras fundamentais em uma cinemateca. Neste filme fica perceptível a influência marcante do neo-realismo italiano na obra do diretor Nelson Pereira dos Santos e o filme se tornou um dos mais conhecidos do movimento chamado de Cinema Novo, que abordava problemas sociais do Brasil.

Sinopse

Em 1941, pressionados pela seca, uma família de retirantes composta por Fabiano, Sinhá Vitória, o menino mais velho, o menino mais novo e a cachorra Baleia, atravessa o sertão em busca de meios para sobreviver. Seguindo um rio seco, eles chegam a um casebre abandonado nas terras do fazendeiro Miguel, quando em seguida há uma chuva. Com a recuperação dos pastos, o proprietário retorna com o gado, e a princípio os repele, mas Fabiano diz que é vaqueiro e que a família pode ajudar em vários serviços, então são aceitos. A família tem esperança de prosperar, Sinhá Vitória sonha com uma cama com colchão de couro e Fabiano em ter seu próprio gado. Mas, ao final do primeiro ano de muito trabalho e dificuldades, perceberão que apesar de tudo, a miséria da família persiste e nova seca está para assolar novamente o sertão.

Elenco

- Átila Iório .... Fabiano
- Genivaldo Lima
- Gilvan Lima
- Orlando Macedo .... soldado amarelo
- Maria Ribeiro .... Sinha Vitória
- Jofre Soares .... fazendeiro
- Pedro Santos
- Maria Rosa
- José Leite
- Antônio Soares
 


Tenda dos Milagres

Tenda dos Milagres é um filme de Nelson Pereira dos Santos lançado em 1977.


Sinopse

Adaptação do romance de Jorge Amado publicado em 1969 na Bahia que descreve cenas do início do século XX, onde Pedro Archanjo, o ojuobá (olhos de Xangô) do Candomblé, mulato, capoeirista, tocador de violão e bedel da Faculdade de Medicina da Bahia, defende os direitos dos negros e mestiços afrodescendentes.


Elenco


  • Hugo Carvana
  • Sonia Dias
  • Anecy Rocha
  • Juárez Paraíso
  • Jards Macalé
  • Nildo Parente
  • Jofre Soares
  • Nilda Spencer
Além dos artistas, fizeram parte do filme alguns membros ilustres do Candomblé como Mãe Runhó. O personagem Procópio d'Ogum é interpretado pelo babalorixá Luís Alves de Assis, mais conhecido como "Luís da Muriçoca".
 

Filmografia


Referências

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.