quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Biografia de Zenódoto de Éfeso

(?)
Zenódoto de Éfeso. (em grego: Ζηνόδοτος). Nasceu em Éfeso, c. 323 a.C. ou 333 a.C., e, faleceu em Alexandria, 260 a.C.. Zenódoto foi um filólogo e gramático da Grécia Antiga. Nascido em Éfeso, na Ásia Menor, foi estudante de Filetas de Cós e professor do rei Ptolomeu II Filadelfo. No ano de 284 a.C. foi nomeado por Ptolomeu I Sóter como o primeiro diretor da grande Biblioteca de Alexandria e ali organizou o que seria a maior coleção de textos manuscritos da antigüidade. 

Vida 

Zenódoto é descrito pela Suda (localização: Zeta 74,
Uma página da Suda.
segundo Ada Adler) como tendo sido o primeiro "editor" (em grego: διορθωτής diorthōtes) de Homero. Seus colegas na biblioteca de Alexandria foram Alexandre da Etólia e Licofrón de Calcis , a quem foi designada a responsabilidade por organizar, respectivamente, os escritos trágicos e cômicos. Zenódoto ocupou-se com os poetas épicos, notadamente Homero.
Desde a descoberta do manuscrito Codex Venetus A da "Ilíada" de Homero por Jean-Baptiste-Gaspard d'Ansse de Villoison, aumentou-se o escólio que possuímos sobre o texto de Zenódoto. Em mais de quatrocentas passagens é possível identificar as leituras de Zenódoto, em razão de Aristarco de Samotrácia ter apontado em seus comentários clara discordância nas interpretações de certas palavras nos textos homéricos. Aristarco foi um severo crítico de Zenódoto, mas graças a sua obra podemos identificar o trabalho feito por Zenódoto, isto é, o uso de um signo marginal, o obélos ou dardo (-), empregado para marcar linhas suspeitas. É reconhecido pelos helenistas que o texto de Zenódoto caracteriza-se pela "excentricidade", reflexo em dada medida da tradição na qual se baseia. Zenódoto foi possivelmente o primeiro a dividir a Ilíada e a Odisséia em vinte e quatro cantos.

Referências

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.